Dinheiro em Buenos Aires

29 Jan

Não sou nenhuma especialista no assunto, mas registrei aqui minhas conclusões sobre como usar o dinheiro em Buenos Aires.

Banco

Para sacar dinheiro em caixas eletrônicos daqui não precisa ser nas máquinas do próprio banco.

Estão espalhados por toda a cidade bancos com etiqueta  BANELCO e LINK, que aceitam cartões brasileiros. Eu já usei aqui Banco do Brasil e Bradesco e funcionaram direitinho.

É importante apenas antes de viajar confirmar se os cartões estão desbloqueados. Mesmo cartões internacionais geralmente não estão prontos para serem usados fora do país. Uma ligação ao gerente do banco resolve o problema.

Os bancos cobram um valor por saque. Há algum tempo eram 2,5 dólares mais 2,5% da quantia retirada (é só para dar uma ideia, não sei informar se o valor está atualizado).

Por isso, sai mais barato trazer dinheiro vivo e cambiar, do que tirar dinheiro no banco daqui.

Mas acho q vale a pena fazer contas, de acordo com o que se pretende gastar, para verificar quanto é a tal economia. Eu sempre preferi usar o cartão do banco e pagar um pouquinho a mais, do que andar carregada de dinheiro na bolsa.

Visa Travel Money

A vantagem é que o IOF só é cobrado no momento de carregar o dinheiro, não é cobrado no saque. Nos cartões normais é cobrado as duas vezes.

A desvantagem é que ele funciona em dólares, então é necessário fazer duas conversões de dinheiro –de reais a dólares e de dólares a pesos– e portanto há maior desvalorização da moeda.

Câmbio

Argentinos estão proibidos de comprar dólares ou reais no país. E mesmo quando comprovam que irão  viajar, têm uma cota limitada para cambiar.

Por isso há muita gente interessada em comprar dinheiro fora das casas de cambio oficiais, ou há lojas e restaurantes aceitando reais e dólares por um valor que nos beneficia.

O que eu NÃO recomendo é trocar em casas de câmbio pirata, porque além de não ser seguro, eu sou contra quem estimula este tipo de negócio ilegal.

Para os que não têm um conhecido para fazer um “escambo” de dinheiro, acho que a melhor opção é ir a estabelecimentos regulares.

No microcentro de Buenos Aires, há um concentração de casas de câmbio na Calle Reconquista, na altura da Sarmiento mais ou menos, mas que não funcionam nos fins de semana.

Nos shoppings é possível encontrar estabelecimentos abertos todos os dias. Essa empresa (clique aqui), por exemplo,  está em vários deles.

Dicas

Já traga alguns pesos trocados para emergências, pelo menos para poder pagar o transporte até o hotel. Taxistas, por exemplo, não irão aceitar reais como pagamento, a menos que seja por um câmbio muito conveniente para eles.

E também aos que vão usar predominantemente o cartão aqui, recomendo trazer um pouco mais de dinheiro vivo por segurança.

19 Respostas to “Dinheiro em Buenos Aires”

  1. Daniel 26/06/2013 às 6:41 pm #

    boas dicasm principalmente em relação as casas de câmbio

  2. Anónimo 13/07/2013 às 4:20 am #

    Olá! É a primeira vez que irei a Buenos Aires, irei ficar 4 dias… para táxi e alimentação, quanto vc estima que seja bom levar??? Estou sem ideias… E mais uma coisa: comprar maquiagem lá é vantajoso? Como MAC, por exemplo.
    Obrigada, Karina

    • Stéfanie 05/09/2013 às 12:27 pm #

      Olaá! será que consigo passar 7 dias bem em Buenos com R$1.000,00? Vou pra lá em dezembro deste ano. Não pretendo fazer compras só umas tranqueirinhas pequenas mesmo. Obrigada🙂

      • estudiolampada 05/09/2013 às 2:46 pm #

        Procure um hostel ou hotel econômico que dá sim. Se quiser economizar mesmo, fique em algum hostel que vc possa usar a cozinha…

      • Stéfanie 05/09/2013 às 3:32 pm #

        Na verdade minha passagem e hotel estão pagos é só pra despesas lá mesmo🙂 Será que dá?

  3. Karina Angolini 13/07/2013 às 4:23 am #

    Olá!
    Em média, vc recomendaria levar quanto para passar 5 dias em Buenos Aires??? Para comer e passear bem, incluindo táxi.
    E outra coisa, compensa comprar maquiagem na cidade? Marca tipo MAC?
    Obrigada, Karina

    • estudiolampada 13/07/2013 às 1:15 pm #

      Oi, eu nunca comprei maquiagem aqui. Acho que no aeroporto é mais barato para comprar da MAC. Mas sei que no shopping alto palermo tem um stand da MAC também.
      Te recomendo tentar andar de metrô, aí vc economiza uns trocados. Eu só pego taxi a noite mesmo.
      Sobre os gastos é difícil te falar um valor,porque varia muito. Te digo que para comer vai de 50 a 150 pesos em um restaurante “bom-normal”. O metrô sai 2,50 pesos, o taxi de Ezeiza-centro sai de 200 a 250 pesos. Eu tenho um post com os passeios grátis, mas os que compensariam pagar seria a visita ao teatro colón que deve ser 120 pesos( vc consegue verificar no site deles), e um tango, que pode custar de 50 a 300 pesos (eu recomendo o la viruta que sai uns 50 pesos/ fiz um post). Enfim, chuto que com 500 a 750 reais (mais o valor de hospedagem) vc fica tranquila aqui… Um abraço.

      • Karina Angolini 18/07/2013 às 3:40 pm #

        É, andei lendo e vi várias dicas de locais para conhecer em gastar. Gostei muito.

        Você conhece o hotel Chich Boutique, na Laprida, 1910? Se sim, vc recomendaria??

        E mais uma questão: compensa comprar perfumes aí? Eles saem em conta?

        Obrigada pela ateção😉

      • estudiolampada 18/07/2013 às 6:16 pm #

        Até onde eu sei o melhor lugar para comprar cosmético, maquiagem e perfume é no free shop mesmo. Mas na verdade nunca pesquisei aqui.
        Não conheço o hotel…🙂

      • Karina Angolini 18/07/2013 às 6:18 pm #

        Entendi, obrigada.
        O hotel mudou de nome, era o antigo dazzler da laprida. Mas enfim, essa tal Laprida é próxima aos principais pontos?

      • estudiolampada 18/07/2013 às 6:35 pm #

        A localização é ótima. Vc faz mil coisas a pé dali.Toda a recoleta e parte de Palermo.
        A las heras e a Santa Fé são duas avenidas importantes. Na las heras passa o ônibus 37 q te leva para Palermo em um sentido e para o Congresso no outro.
        Na Santa Fé tem muito comércio bom ( não é o mais barato, mas mta coisa vale a pena) e nela passa o metrô.

      • estudiolampada 18/07/2013 às 6:38 pm #

        Aqui tem mais dicas:
        https://www.facebook.com/BuenosAiresEconomica

  4. Alan Gonzalo Lardieri 10/01/2014 às 5:05 pm #

    … pelo que percebemos em Buenos Aires , o lance é levar Reais ou dolar, nunca fazer cambio no Brasil, hoje em dia existe restriçoes de cambio na Argentina, devido a isso estao dispostos a pagar muito mais do que o Banco de la nacion esta pagando, por exemplo se o banco esta pagando 2,5 o cambio imformal está 3,5…muito mais vantajoso..lógico..alguns lugares aceitam reais, porem apenas os pontos turisticos, fora disso é preciso ter pesos, que é a moeda oficial..eu tive uma recomençao de uma guia brasileira em Buenos Aires chamada Karina Enebelo, podem procurar ela no facebook… que alem de vender os passeios a preços muito menores que os que se vendem nos hoteis , tambem fazia cambio seguro nos hoteis…. muito simpatica e atenciosa, nos ajudou dando dicas e informaçoes…
    Buenos Aires é linda, vale a pena conhecer…mas é preciso ter muito cuidado com dinheiro falso pois é muito comun que isso aconteça, principalmente sao os taxistas que passam notas falsas… por isso a Karina nos recomendou pagar sempre com notas menores, como isso é muito difícil de conseguir, em todos os comercios pagavamos com 100 e guardavamos o troco… outra coisa é que vale a pena pagar em pesos no free shop de buenos Aires..ja que o cambio é menor,…por isso se na volta sobrar pesos usem no duty free de Buenos Aires….

    • Karina 30/05/2014 às 10:50 pm #

      Comprei o show de tango e fiz cambio com a Karina Enebelo, recomendadissíma, foi muito correta conosco.

  5. Aline 20/06/2014 às 5:04 pm #

    Agradeço à vcs pela página que me ajudou muuuuuuito, e pq foi através dessa página que eu conheci a KARINA ENEBELO!!!!

    Pessoa excelente, super do bem !!!! E isso é importantíssimo quando se está em outro lugar que vc não conhece absolutamente nada nem ninguém!!!!! rsrsrs Eu fui com minha família, num total de 7 pessoas, contando com criança de colo, adolescente, terceira idade, etc… e mesmo sem conhecer nada eu que coordenei nossos dias e quais passeios faríamos. Fiquei com essa responsabilidade…rsrs…

    Graças a Deus, meses antes de viajar peguei os contatos do Alejandro e de Karina aqui na página. Apesar de algumas diferenças de preços, optei em dar continuação com a Karina.

    E por ai, foram vários e-mails, watszap, Nextel, falei com ela de todas as formas, e sempre me atendia prontamente com muita simpatia e educação.

    Ela me indicou o Hotel Tribeca, que achei ótimo, se tratando de famílias com crianças, foi excelente. A rua do hotel é meio deserta, mas nada muito absurdo.

    Troquei reais com a Karina, e contratei todos os passeios também com ela.

    Cheguei a verificar os preços e as vezes tinha alguma coisa um pouco mais barato, do que com ela. Mas pra ser sincero, acho que não compensa, pq com ela eu tinha segurança no transporte, nos horários sempre pontuais, e isso conta muito.

    Gente, vc não paga nada além do justo, e ter um contato num lugar distante, não tem coisa melhor. Tudo que eu precisava ligava pra ela, que me dava várias opções.

    Minha sugestão, depois dessa experiência:

    1 – Leiam todos os comentários dessa página, façam contato com a Karina, com antecedência para que dê tempo dela te dá todas as dicas de acordo com o que vc tem em mente para fazer;

    2 – Gosto é uma coisa muito pessoal!!! Então se alguém não gostou de um passeio, ou um restaurante, não quer dizer que vc não vá gostar, ok?!

    3 – Eu li sobre os comentários de todos os passeios, e daí fiz meu próprio roteiro, em lugares que senti vontade de conhecer, e não me arrependi de nenhum!!!!!!!!!!
    O único que estava no meu roteiro e não fomos, foi na Colônia, pq como erámos 7, ficou um pouco salgado o valor.

    4 – Nós andamos bastante a pé, pegamos táxi que era bem baratinho, compramos várias lembrancinhas, fomos ao Tango Carlos Gardel, super chique, tradicional, e jantar excelente, fomos no Teimaikem (achei o máximo, apesar de estar chovendo), Delta Tigre, tour de compras, city tour, feirinhas, etc….

    Fale com Karina, diga que Aline do Rio de Janeiro indicou, e peça um desconto…hehehehe

    Bjsss galera, bom passeio!!!!!!

    • shalon max fonseca de miranda 27/08/2015 às 2:48 pm #

      Boa tarde …Sou de Minas e irei pela primeira vez em Buenos Aires .Teria como vc me passar o contato da Karina ? Muito obrigado.Shalon

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Filmes Cult

Dicas de filmes cult e afins espalhados por aí.

Rios & Ruas

Instituto Harmonia - Sustentabilidade

Buenos Aires econômica

Como conhecer a cidade sem gastar muito/ sugestões de passeios menos óbvios/ relatos sobre cultura local.

AnsiaMente

Sobre irritações e inquietudes

Mochila Cult

Confira o blog Mochila Cult e acompanhe dicas legais de viagens e aventuras!!

Dicas Interessantes

idéias interessantes para pessoas inteligentes

Pick Up The Fork

A Serious Eater's Guide to Buenos Aires and Beyond

Aires Buenos

Dicas de turismo de Buenos Aires para brasileiros

Blog dos nossos passeios

As imagens de nossas viagens e encontros

estudio lampada

Diseño sustentable latinoamericano

Infinita Buenos Ayres

toda la info sobre la reina del plata

ver para crear

blog de diseño gráfico, web y mucho más...

Veganismo

"Doctrina en la cual el hombre vive sin explotar a los demás animales." D. Watson

Grupo Metrópole Fluvial

Grupo de Pesquisa em Projeto de Arquitetura de Infraestruturas Urbanas Fluviais – FAU USP

Dora Brasil Arquitetura

Arquitetura l Sustentabilidade l Segurança

Arquitetura Contemporânea

Just another WordPress.com site

AS Miceli

Facultad de Arquitectura, Diseño y Urbanismo - Universidad de Buenos Aires

Faneroscopio

Blog de Diseño y Arquitectura

%d bloggers like this: