Arquivo | Dezembro, 2012

Curiosidades porteñas: Comidas

23 Dez
  • Em 2006 uma deputada apresentou um projeto de lei para incluir a rotineira milanesa a la napolitana (que seria nosso bife à milanesa à parmegiana) ao patrimonio cultural portenho.
  • Em Buenos Aires há uma sobremesa famosa conhecida como “postre vigilante” que é muito similar ao Romeu e Julieta. É feita com queijo Mar del Plata com doce de batata doce ou de marmelo). A origem de seu nome é relacionada a uma cantina de Palermo Viejo, onde em 1920 foi frequentemente visitada por agentes de um posto de polícia da região.
  • Um prato típico da cidade são os Sorrentinos, uma espécie de Ravioles grandes. O nome vem de Sorrento, mas não pela cidade italiana, e sim relativo ao restaurante italiano com este nome localizado na Avenida Corrientes, 668, no microcentro.
  • A pizza fuggazza con queso (que é pizza convencional de queijo com cebola e não tem relação com a nossa fogazza), é muito apreciada pelos portenhos. Foi criada em 1932 na pizzaria de Juan Banchero en La Boca. Hoje o prato continua sendo referência no local e a empresa tem três filiais em Caballito, Balvanera e San Nicolás. A pizzaria foi declarada sitio de interés cultural em 2002 pelo governo da cidade.
  • Aqui é comum acompanhar as pizzas com a fainá, que é uma massa assada a base de farinha de grão de bico, que se coloca abaixo da pizza.
  • O estômago da vaca se chama mondongo em referencia a uma comunidade de escravos que viviam no bairro de Montserrat e que consumiam o descarte da carne dos matadeiros no século XIX.

Músicas com versões para brasileiros e argentinos

5 Dez

Bersuit Vergarabat (uma das minhas bandas preferidas, diga-se de passagem) canta o clássico  “El tiempo no pára”.

É sempre uma surpresa quando conto aqui que essa música é nossa.

Enquanto que para mim, novidade foi saber que o argentino Gustavo Cerati  foi quem compôs “De Música Ligera”, adaptada ao português em duas versões: “De Música ligeira”, cantada por Hebert Viana e “A sua maneira”, por Dinho Ouro Preto.

E, duas músicas que me dan risa nas versões em castelhano são “En bicho en bicho, yo me converti, cocodrilo soy” (cantada por um uruguaio) e  “Mayonesa”.

Curiosidades porteñas: características dos banheiros

4 Dez

Este post sobre curiosidades nos banheiros de Buenos Aires é totalmente baseado em minhas estatísticas mentais.

Nunca li nada sobre o assunto, mas vasculhando toda minha memória, não encontrei dados que desmentissem minhas impressões.

1013341_1333397527781 (1)

BANHEIROS SEM JANELAS:

Verifiquei que os banheiros residenciais de Buenos Aires geralmente não têm janelas, o que pode ser constatado nas fachadas dos edifícios.

Na maioria dos casos, provavelmente por todo o mundo, se prioriza concentrar aberturas de banheiros nas fachadas laterais. Aqui,  muitos prédios, ou simplesmente não têm recuos laterais, ou têm fachadas cegas, que são as fachadas sem nenhum tipo de vãos.

Em fachadas frontais, mesmo no Brasil, é mais incomum ver janelinhas de banheiros, já que em geral se aproveita para se fazer sacadas ou janelões com vista para a rua.

BANHEIRAS INÚTEIS:

Aqui, a grande maioria dos banheiros tem banheiras, mas são geralmente banheiras pequenas, com modelos antigos.

O curioso é que as pessoas que conheço dizem que nunca enchem a banheira, sempre tomam banho de ducha, em pé.

BANHEIROS VELHOS:

Outro ponto que observo é que muitos sanitários públicos, mesmo em restaurantes e bares de boa qualidade, não são reformados. É comum ir a um estabelecimento com uma decoração agradável e ter a surpresa de encontrar um ambiente com acabamentos velhos e estragados.

Tal fato pode ser verificado no aeroporto de Ezeiza, na ala antiga. Lá ainda há um banheiro com estas características.

Curso online gratuito de espanhol

2 Dez

Descobri esse curso online grátis com aulas de castelhano básico, com lições de gramática, listas de vocabulário e gravações com a pronúncia correta de algumas palavras-chave.

Apesar de o espanhol da Argentina ter certas peculiaridades, conforme comentei neste post, acho que o curso pode ser muito útil para principiantes.

Para ver o curso, clique aqui.

Curiosidades porteñas: comércio e serviços

1 Dez

Galão de água em cima do carro: Um código local é deixar galões de água em cima do carro para anunciar que está à venda.

05122011847

Garçom com bandejas: É muito comum ver serviço delivery com garçons andando com bandejas pelo meio das ruas de Buenos Aires.

Buenos Aires - carregadores de café 1

Cobrador de ônibus: Não existem cobradores nos ônibus por aqui.

Até pouco tempo só se podia pagar a viagem através de uma máquina de moedas dentro de cada veículo. As pessoas tinham que fazer estoque de moedas para poder pegar os colectivos.

Agora existe também a opção de usar o cartão Sube, que pode ser carregado nas estações de metrô e diversos pontos da cidade.

Telefones: Para quem vem sem um celular que funcione em Buenos Aires, é importante saber que por toda a cidade é possível encontrar locutórios, que são casas com cabines telefônicas. Em muitos casos elas têm adicionalmente serviço de internet, como um cyber.

Me disseram que a grande oferta de locutórios se justifica pela quantidade de estrangeiros que moram por aqui, como bolivianos, peruanos e brasileiros,  e por os estabelecimentos fazerem constantemente promoções para ligações ao exterior.

Outra alternativa é o uso de telefones públicos, que têm uma grande vantagem em relação aos nossos, porque funcionam com moedas. Eu evito usá-los porque muitas vezes estão sujos, mas na falta de um locutório por perto, podem ajudar.

Um problema que vale ser destacado em relação às ligações feitas a partir de telefones públicos ou locutórios, é que para  fazer chamadas a celulares locais há o inconveniente de que quem a recebe também paga. Por isso, caso queira ligar para alguém que não tenha muita intimidade, lembre-se que a maneira mais educada é usar um telefone fixo ou um celular.

Médicos: Aqui é bem normal que nos planos de saúde esteja incluído o serviço do médico ir à casa do paciente, mesmo para casos simples, como gripe ou viroses comuns.

Em algumas empresas, quando um empregado falta por doença, em lugar de pedirem um atestado simples para registrar o fato, se exige a comprovação da tal visita domiciliar.

Padarias (Panaderias): Há muito menos que no Brasil, mas em compensação aqui se podem encontrar muitos cafés,  confiterias (que são lojas de bolos e doces) e kioscos (que são lojinhas que vendem todo tipo de guloseimas, geralmente industrializadas).

Postos de gasolina: Também há pouquíssimos, se comparado à São Paulo por exemplo.

Filmes Cult

Dicas de filmes cult e afins espalhados por aí.

Rios & Ruas

Instituto Harmonia - Sustentabilidade

Buenos Aires econômica

Como conhecer a cidade sem gastar muito/ sugestões de passeios menos óbvios/ relatos sobre cultura local.

AnsiaMente

Sobre irritações e inquietudes

Mochila Cult

Confira o blog Mochila Cult e acompanhe dicas legais de viagens e aventuras!!

Dicas Interessantes

idéias interessantes para pessoas inteligentes

Pick Up The Fork

A Serious Eater's Guide to Buenos Aires and Beyond

Aires Buenos

Dicas de turismo de Buenos Aires para brasileiros

Blog dos nossos passeios

As imagens de nossas viagens e encontros

estudio lampada

Diseño sustentable latinoamericano

Infinita Buenos Ayres

toda la info sobre la reina del plata

ver para crear

blog de diseño gráfico, web y mucho más...

Veganismo

"Doctrina en la cual el hombre vive sin explotar a los demás animales." D. Watson

Grupo Metrópole Fluvial

Grupo de Pesquisa em Projeto de Arquitetura de Infraestruturas Urbanas Fluviais – FAU USP

Dora Brasil Arquitetura

Arquitetura l Sustentabilidade l Segurança

Arquitetura Contemporânea

Just another WordPress.com site

AS Miceli

Facultad de Arquitectura, Diseño y Urbanismo - Universidad de Buenos Aires

Faneroscopio

Blog de Diseño y Arquitectura